Vereadores pedem criação do Centro de Apoio ao deficiente, crianças com microcefalia e doenças congênitas

Por Sérgio 24/03/2022 - 11:09 hs

Por: Sérgio Ferreira

Com o objetivo de oferecer acompanhamento, monitoramento e auxílio às
famílias de pessoas com deficiência que os vereadores Eri Costa (MDB),
Neivaldo Scavelo (PP) e Roberto Souza (PODEMOS) apresentaram a indicação
de nº 048/2022, aprovada na 4ª Sessão Ordinária, realizada nesta
terça-feira (22). A matéria solicita ao Poder Executivo a criação do
Centro de Apoio ao Deficiente, crianças com microcefalia e doenças
congênitas. 

Além disso, o projeto tem a finalidade de dar suporte jurídico, assim
como a disponibilização de fisioterapia, terapia musical,
fonoaudiologia, terapia ocupacional, terapia com cavalos e auxílio em
equipamentos necessários, como andador, roupa postural, parapodium ou
qualquer instrumento que dê suporte na locomoção, oferecendo melhor
qualidade de vida.

Durante a discussão da matéria, Costa explicou que “apesar de existir o
Benefício de Prestação Continuada (BPC) -  salário dado às pessoas com
deficiência, alguma doença e que não têm renda -, pouco dá para resolver
os problemas”. Ele disse que situações como essa, muitas vezes, passam
despercebidas pelo Poder Público e que por isso deve dar “um apoio mais
incisivo às famílias”. “Agora vamos esperar que o município tenha
recursos para poder fazer porque muitas coisas vêm sendo feitas em
Simões Filho. Foram vários anos de abandono, não é fácil reconstruir uma
cidade. Foram muitos anos de descaso”, afirmou o parlamentar.

Segundo Scavelo, “não há dúvida alguma que com a implantação no nosso
município facilitará muito a vida tanto dos pais de família quanto das
pessoas com deficiência”. Para ele, essa dificuldade fica visível nas
visitas às residências. “É sempre uma mais necessitada desse carinho,
desse olhar de atenção onde o povo de Simões Filho realmente precisa”.

“Essa indicação foi feita através de evidências. Para estarmos aqui
apresentando indicações desse porte, é porque estivemos fazendo visitas
em várias residências e ali verificamos situações”, finalizou.