Dia do socorrista: profissional essencial para salvar vidas

Por Sérgio 09/07/2021 - 09:42 hs

Por: Sérgio Ferreira

Os primeiros socorros (ou atendimento pré-hospitalar) podem ser a diferença entre a vida e morte em casos de acidentes. Para isso, é essencial a existência de um profissional bem capacitado: o socorrista. No domingo, 11 de julho, é comemorado o dia desse profissional que salva vidas e tem uma atuação tão importante nas estradas. No Sistema de Rodovias BA-093, administrado pela Concessionária Bahia Norte, uma equipe de socorristas divididas em bases operacionais distribuídas ao longo das rodovias, tripulando ambulâncias devidamente equipadas, estão de prontidão 24h/dia para atender a qualquer acidente ou mal súbito onde seja requerido o socorro médico. 

“Quando acontece um acidente, nós somos as primeiras pessoas a chegar no local. Primeiro, avaliamos a cena para ver se é segura ou quais os possíveis riscos, depois tomamos os devidos cuidados com a sinalização para evitar causar outro acidente e então prestamos o socorro necessário”, explica Marcelo Amambahy, resgatista responsável pela UTI móvel da Bahia Norte. 

Atuando há 16 anos como socorrista, sendo 10 deles na Concessionária, Marcelo acredita que para seguir essa profissão é necessário: preparo físico, controle emocional, consciência, responsabilidade, capacidade para tomar decisões sob pressão e, antes de tudo, vocação. “Quando eu comecei a trabalhar com ambulância eu tinha uma coisa: vontade. Achava a coisa mais linda”, relembra.  

“Comecei dirigindo ambulância pequena em posto de saúde. Em 2004, tive a oportunidade de trabalhar com Anjos do Asfalto, que faziam socorro nas rodovias, e não parei mais de atuar na área”, conta. Nessa época, Marcelo fez o curso de Condutor de Veículo de Emergência (CVE), por meio do qual ele teve acesso aos conhecimentos de Suporte Básico de Vida, o que o habilitou para trabalhar como socorrista. De acordo com ele, o aprendizado segue constante. “A gente aprende com o tempo, a cada dia é uma nova história. As ocorrências não são iguais, a cada atendimento há um aprendizado novo”, reflete. 

Capacitação 

Com o objetivo de prestar um atendimento de excelência, a Bahia Norte realiza capacitações e simulados frequentemente. “O mais recente foi a cerca de dois meses e se tratava de um acidente de caminhão com produtos químicos e um carro de passeio”, conta Marcelo. De acordo com ele os simulados são tão próximos da realidade, que os colaboradores passam por um processo de maquiagem. “É como se a gente estivesse vivenciando um acidente real mesmo”, avalia. Para ele, isso é importante para “na hora da emergência termos profissionais preparados à oferecer um serviço de qualidade”, declara. 

Segurança 

Na Bahia Norte desde o início da concessão das rodovias, Marcelo viu o comportamento do trânsito mudar. “Por se tratar de uma rodovia, com maior fluxo de caminhões, ônibus e veículos grandes, os acidentes são mais complexos que dentro do perímetro urbano. A Concessionária melhorou muito o sistema viário nesse tempo. Antigamente tínhamos muitas colisões frontais pelo fato de a rodovia não ser duplicada. Hoje está muito mais seguro, com monitoramento, faixas, sinalização, que antes não tinha”, afirma. 

Realização 

Muito orgulhoso: é como Marcelo se sente a respeito da sua profissão. “É um sonho que eu não sei dizer a grandeza. É muito gratificante o retorno que as pessoas dão pra gente. Às vezes você passa na rua ou em algum lugar e elas lembram de você, falam ‘foi você que me resgatou’. Tirar alguém da zona de perigo, conseguir fazer algo por essa pessoa, salvar. Isso não tem preço”, garante.